Inbound Marketing o que é e porque você precisa adotar em seu negócio

Inbound Marketing, o que é essa nova forma de marketing que está ajudando milhares de empresas e empreendedores a terem mais comunicação com o público?

Se pensarmos no conceito de criação de produtos e prestação de serviços, vamos bater em uma tecla que todos os donos de cursos de marketing digital ensinam que é a solução de problemas de um público específico.

Ou seja, para você vender bastante é preciso resolver problemas de uma audiência, não adianta mais ficar empurrando coisas que as pessoas não precisam.

Antigamente as peças de marketing eram voltadas apenas para mostrar as funcionalidades dos produtos que eram lançados, independente se havia uma demanda de público para ele, ou não.

Assim, quando um novo sabão chegava ao mercado, o comercial era voltado para a capacidade que ele tinha de limpar, e não para se a dona de casa precisava mesmo daquele tipo de produto de limpeza.

Nitidamente com o passar do tempo até os dias de hoje, percebemos que as coisas mudaram bastante e que antes de lançar um novo produto é preciso conhecer o público, para criar algo que satisfaça seus anseios.

Além disso, hoje não adianta mais parar as pessoas para fazer uma propaganda de algo que talvez ela nem necessite, é preciso conquistar o público antes de fazer uma oferta.

Em suma, hoje a propaganda não vai atrás do cliente, mas sim tenta atraí-lo oferecendo soluções e informações que valorizam o relacionamento do público com o produto/prestação de serviços.

Antes de mais nada, a empresa se preocupa com as necessidades do público para lançar soluções que venham resolver seus problemas e cobrir suas necessidades.

E o Inbound Marketing o que é solução para trazer a audiência mais para perto e também ouvir o que ela tem a dizer.

Inbound Marketing o que é, na essência

Com isso podemos afirmar que inbound marketing é qualquer tipo de estratégia que tenha interesse em atrair a atenção do público e não correr atrás dele como era feito antes.

Conhecido também como marketing de atração, para ser bem consistente é preciso ser feito com base em 3 pilares principais: SEO, Marketing de Conteúdo e Estratégias nas Redes Sociais.

Esse tipo de estratégia mostra-se bem efetiva, pois faz com que as pessoas cheguem até você por causa do seu conteúdo, fazendo que esse público esteja mesmo interessado no assunto que você está entregando.

Não preciso falar que quando as pessoas estão mesmo interessadas no que temos a dizer elas tendem a já estarem com vontade de adquirir um determinado produto e precisam apenas tirar algumas dúvidas.

Outro ponto positivo desse tipo de estratégia promocional é que quando o público vem para sua empresa e tem uma boa experiência, ele tende a falar disso com outras pessoas, tornando-se um promotor natural da sua marca.

Diferente do antigo marketing que era propagado através de comerciais na TV, campanhas de rádio, anúncios em revistas e jornais, hoje o público tem como ESCOLHER o que deseja consumir através da internet.

Indo ainda mais longe, hoje o público pode MOSTRAR para empresas e produtores de conteúdo se aquilo que estão produzindo é bom, ou não tem a menor diferença em suas vidas.

Sem dúvida, um avanço fantástico do tempo em que nossos avós/pais esperavam a hora do “reclame” para ir ao banheiro, ou beber água, pois aquela propaganda não era interessante para o dia a dia deles.

É por isso que hoje, para infoprodutores e afiliados fica mais fácil produzir conteúdo, pois temos vários locais para saber o que o público QUER e precisa consumir.

É seguro dizer que o inbound marketing teve seu início há várias décadas atrás, mas foi com o livro “Marketing de Permissão” de Seth Godin de 1999 que os fundamentos ficaram mais claros de como fazer isso do jeito certo.

Inbound Marketing o que é e como se diferencia do Outbound?

Não tem como falar de inbound marketing e não falar do outbound que tem as características opostas.

Como você já pode imaginar o outbound é o marketing que era feito há décadas, e é chamado assim porque vem de fora para dentro e muitas vezes é intromissivo e aparece nas horas mais descabidas.

Um exemplo muito forte de outbound nos dias de hoje é o jeito como os anúncios do Google aparecem dentro dos blogs que trabalham com o Adsense.

Às vezes você está li interessado lendo uma postagem em um blog, de repente a coisa fica lenta e “do nada” surge um vídeo com uma propaganda que não tem nada haver com o que você está lendo.

Eu, particularmente confesso que não gosto desse tipo de marketing, e realmente não acredito que haja uma só pessoa que não se aborreça em ter sua leitura interrompida por uma propaganda de algo que não tem interesse.

As principais diferenças do Inbound marketing o que é para o Outbound são:

Tipo de Comunicação

No inbound temos a comunicação aberta com o produtor/empresa preocupado com o que o público pensa e sempre disposto a ouvi-lo na tentativa de melhorar sua oferta.

No outbound a comunicação é unilateral já que quando se trata de anúncios, o público não pode opinar, ele apenas assiste e pronto.

Continuidade

No inbound marketing o que é comunicação contínua devido ao conteúdo ser passado apenas quando o público está disponível para consumir, ou quando ele deseja.

No outbound a interrupção do que o público está fazendo é uma constante, o que pode fazer com que o público até crie uma certa aversão pelo anúncio (o que falamos lá em cima sobre os vídeos no meio dos textos).

Engajamento

Dentro do Inbound Marketing o que é engajamento vem justamente da produção de informações relevantes que ajudam o público a conhecer mais sobre o assunto/produto/serviço.

Com o outbound isso não existe pois o público não interaje com os anúncios, e muitas vezes os produtos mostrados não são de seu interesse, pois não existe um estudo prévio da audiência onde são veiculados.

Um ótimo exemplo desse tipo de marketing são os panfletos de apartamentos distribuídos nos principais cruzamentos das grandes cidades.

A construtora simplesmente “joga” a propaganda dentro dos carros que passam com a janela aberta, esperando uma “sorte” de que algumas daquelas pessoas desejem comprar um apartamento.

Se isso fosse feito com inbound marketing haveria uma apresentação do imóvel, elencando as vantagens de ter uma unidade naquela localização, e somente pessoas realmente interessadas compareceriam, ficando muito mais fácil/provável a venda de alguma unidade.

Custo

Atrelado ao que falamos acima, o custo do inbound marketing é muito menor do que outbound, simplesmente porque sua estratégia acabando resultando em captação maior de leads que, muitas vezes virão de forma orgânica.

O alcance de público com o inbound é maior, pois como o conteúdo está ajudando as pessoas, elas mesmas repassam para que outros tenham o mesmo conhecimento.

Com outbound marketing a audiência sempre virá apenas através de anúncios pagos, e como o público é muito abrangente, o ROI pode ser infinitamente negativo no caso de não haver vendas com a veiculação dos anúncios.

Trazendo esse conceito para o mercado de afiliados, é mais ou menos quando usamos apenas os anúncios do face para promover alguma coisa, mas não segmentamos o público corretamente.

No caso dos panfletos de apartamento, quantos milhares de papéis precisam ser impressos e distribuídos para vender uma única unidade?

Quais são os principais benefícios do inbound marketing o que é importante para seu negócio

Depois de entender bem o conceito de inbound marketing é preciso saber quais são os benefícios de incluir isso em sua estratégia de propaganda.

Vamos lá?

1 – Alcance do público correto para seu negócio

Quando você trabalha seu conteúdo corretamente usando técnicas de SEO (lembra que falei lá em cima que esse é um dos pilares do inbound?), você atrai apenas as pessoas que PROCURAM pelas suas palavras chave.

Conseguindo ranquear artigos, vídeos, posts das redes sociais somente quem realmente tem interesse no assunto é que chegará até sua oferta.  

Isso significa que seu conteúdo será consumido pelo público que tem chance de chegar ser seu comprador um dia.

2 – Conexão maior com o público

No Inbound Marketing, o que é mesmo significativo é a possibilidade de se comunicar com as pessoas.

Seja nos comentários em um artigo no blog, ou em um vídeo no canal do youtube, com marketing de conteúdo é muito mais fácil transmitir informações e receber o feedback necessário para melhorar ou criar novos conteúdos.

Ter o engajamento do público com seu marketing é fundamental para estar sempre antenado e produzir mais do que está agradando e parar de fazer as coisas que desagradam a audiência.

3 – Mais poder de persuasãoI

O uso de gatilhos mentais como já sabemos, é a melhor maneira de mostrar ao público que ela precisa de um determinado produto dentro, claro, de suas necessidades mais prioritárias.

Trabalhando o público dentro de uma estratégia de inbound marketing, o que é mais relevante é justamente o poder que as palavras terão em quebrar todas as objeções que o público possa ter para fazer uma compra.

Quando você explica como funciona um curso, ou para que serve uma determinada ferramenta, já cria um discurso apropriado para esclarecer possíveis dúvidas, mas também para enaltecer de forma mais assertiva as características boas do que está oferecendo.

Quantas vezes, como afiliado(a) você fez artigos e vídeos sobre um determinado curso/produto e dias, semanas, ou até meses depois apareceu alguém querendo seu link de afiliado para comprar o produto com você?

Esse é o resultado de uma boa estratégia de inbound utilizando outro dos pilares principais: o marketing de conteúdo.

4 – Encurtamento do ciclo de vendas

É chamado ciclo de vendas o período de tempo que o público leva para comprar desde o momento que você o contatou pela primeira vez.

Quando você promove produtos usando o marketing de conteúdo dentro da estratégia de inbound, acaba deixando a lead pronta para a decisão de compra, mais cedo do que se só fizesse anúncio do produto.

Quando as pessoas têm suas dúvidas esclarecidas e suas objeções quebradas de forma inteligente tendem a fazer uma compra mais rapidamente, diminuindo o ciclo de vendas.

5 – Diminuição de custos de propaganda

Se você é afiliado que trabalha apenas com anúncios pagos, sabe que a hora que parar de anunciar suas vendas também param certo?

Dentro do Inbound Marketing o que é menos oneroso é justamente a estratégia de marketing de conteúdo que proporciona informações em longo prazo para o público.

Enquanto um blog, ou canal do youtube estiver no ar, o público poderá consumir aquele conteúdo e tirar suas dúvidas sobre um determinado produto/serviço, sem você precisar gastar mais com isso.

Quantos artigos em blog, ou vídeos no youtube você tem que geram vendas meses e até mesmo anos do tempo da publicação?

6 – Análise dos dados em tempo real

Com uma estratégia sólida de Inbound Marketing, o que é difícil analisar com outros tipos de propaganda, acaba se tornando mais efetivo no marketing de conteúdo.

A principal análise a ser feita dentro de seu negócio é o valor do ROI (Retorno sobre Investimento) que irá mostrar o quanto seu faturamento aumentou, ou o quanto a captação de leads melhorou com o inbound marketing.

Lembrando que para quem produz seu próprio conteúdo, o custo é ainda menor do que para quem terceiriza essa produção.

Porém, sempre é necessário colocar na conta, o tempo que foi gasto produzindo o conteúdo que levou até aquele número de vendas específico.

Aqui vale um conselho: SEMPRE coloque um rastreador em suas vendas, para saber de onde elas vieram, e procure sempre otimizar os locais de seu negócio que atraem mais público.

A única forma que você conseguirá atrair mais público e consequentemente mais vendas é através do marketing de conteúdo.

Ter informações úteis no seu blog, nos perfis das redes sociais, criar vídeos para o youtube, é a melhor maneira de se comunicar com o público, seja como produtor ou como afiliado.

Lembre-se que da mesma forma que você valoriza informações úteis e que  ajudam a resolver seus problemas, da mesma forma é com seu público.

Artigo Sugerido: Como Conseguir Mais Seguidores no Instagram

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

Seja o primeiro a comentar!