Desafios e Sucesso

MAPA DE EMPATIA – O que é e como criar o seu

Mapa de Empatia – O que é e como criar

O mapa de empatia é uma ferramenta poderosa que ajudará a conhecer melhor o público do seu negócio.

Seja qual for o tipo de negócio que você tem, deve saber que quanto mais você conhece o público, maiores são as chances de ter/criar produtos que atendem suas necessidades.

Isso está diretamente ligado ao conceito de estudo do avatar, mas vai muito além disso, porque é capaz de depurar ainda mais o que você sabe sobre seus prospectos e clientes.

Veja, quando sabemos muito sobre o público somos capazes de criar empatia e assim, ter uma noção muito mais certeira das coisas que ele precisa, do que gosta, do que almeja, e as dificuldades que enfrenta.

De posse dessas informações você é capaz de criar um conteúdo rico, mas principalmente direcionado apenas para as pessoas que realmente tem interesse na sua oferta.

Dessa maneira, deixa de abranger um público generalizado e consegue engajar apenas as pessoas que necessitam mesmo do seu conteúdo.

Já deu para perceber que acertar o público mais nichado é muito melhor para fazer vendas, do que ter uma audiência ampla, não é mesmo?

Se você ainda não ouviu esse termo, é importante saber do que se trata.

O que é empatia?

Empatia pode ser explicado como a capacidade que temos de “entrar na pele” da outra pessoa, sentindo as dificuldades que sente, seus desejos, seus sonhos.

É uma expressão muito utilizada hoje em dia, como uma maneira de fazer as pessoas tentarem entender melhor as outras e criar uma relação de harmonia.

Trazendo esse conceito para o marketing é seguro afirmar que criar essa conexão com o público faz você ter condições de deixar seu negócio exatamente do jeito que o seu cliente precisa.

Por exemplo, se você tivesse uma loja de tecidos. No começo até faria compras de todo tipo de tecido que existe para atender qualquer público.

Mas, conforme o tempo for passando você vai vendo o que sai mais, o que seus clientes gostam, e tende a comprar mais desses produtos do que dos outros que não saem.

Mesmo que uma, ou outra pessoa não compre porque você não tem o que ela deseja, a maioria comprará porque você tem os produtos que atendem a maior parte do público.

Isso acontece em negócios físicos e digitais, porque quando você oferece o que o público deseja não deixa de ter audiência nunca, e ela sempre aumenta.

Leia também: Empreendedorismo Digital o que é e como começar!

Mapa de empatia – O que é

O mapa de empatia é a forma visual, ou gráfica, do estudo de público.

Com essa ferramenta você consegue aprender cada vez mais sobre sua audiência, quando consegue responder determinadas perguntas que são feitas para ao público, ou direcionadas a ele.

Você poderá escolher a maneira de fazer esse mapa, que poderá ser feito em uma lousa, um quadro branco, um flip chart, no computador, ou até mesmo em uma folha A4.

Na verdade, o que será feito é uma representação visual do seu público, onde poderá levantar hipóteses, responder perguntas que levarão ao entendimento mais completo da realidade dessas pessoas.

Conforme você vai respondendo mais perguntas, vai enriquecendo o mapa, e com isso conhecendo mais profundamente seu público.

Quem é sua audiência? O que ela costuma ver? E escutar?

O que essas pessoas falam e fazem?

O que elas pensam e sentem? Quais são suas necessidades? E suas dores?

Percebe que sabendo todas as respostas dessas perguntas você passa a poder se colocar no lugar do seu público e “adivinhar” o que ele está pensando/querendo?

Como criar um mapa de empatia em 7 passos simples

Agora que você entendeu o conceito dessa ferramenta está na hora de aplicar em seu negócio para melhorar ainda mais sua oferta. Vamos lá?

A primeira coisa que você precisa é de um local para fazer um desenho, como falei lá em cima pode ser uma lousa, um quadro branco, até uma folha de caderno.

No centro você deverá desenhar uma cabeça, que representará a mente do seu público, e onde colocará eventos internos e externos.

Agora, você precisará delimitar 6 espaços EXTERNOS:

1 – Quem é a persona?

Aqui você vai colocar um rosto no seu avatar ideal. Se é masculino, feminino, jovem, idoso.

Insira o maior número de informações partindo do princípio do seu produto, ou serviço, quem seria a pessoa ideal para contratar ou comprar de você?

2 – O que ela precisa fazer?

Agora você precisa identificar a meta que esse público tem.

Por que essas pessoas tem interesse no seu produto, ou serviço.

Quais tarefas devem ser realizadas para chegar no objetivo?

3 – O que ela escuta?

Aqui você precisa saber quais são os meios de comunicação que seu público acessa, pois a partir disso terá uma boa noção das informações que ele recebe diariamente.

Quais informações recebe a partir de outras pessoas?

4 – O que ela vê?

Quais são as influências capazes de interferir na vida do seu avatar ideal?

Como ver as ações de outras pessoas é importante para suas decisões?

5 – O que ela fala?

O que seu avatar ideal fala?

O que você imagina que esse público falaria em questões gerais?

6 – O que ela faz?

Aqui você precisa observar/imaginar seu avatar ideal em público, inclusive como se veste e se apresenta.

E agora você precisa delimitar DOIS espaços internos, o que comumente é chamado de Big Head (cabeça grande).

7 – O que ela pensa e sente?

Veja, aqui você tem todas as perguntas básicas e fundamentais para criar o mapa de empatia e entender melhor seu público.

Mas, nada impede que você crie novas perguntas, e à medida que vai encontrando as respostas, conseguirá ter um avatar ainda mais completo.

Se você está se perguntando COMO encontrará as respostas para o mapa, basta “seguir” seu público ideal nas redes sociais.

Comentários que deixam nas postagens da sua concorrência mostrarão um pouco das dúvidas e dores que eles têm.

Quando elogiam um determinado assunto você saberá sobre o que eles possuem interesse, e assim por diante.

Olhar páginas que curtem e seguem também é uma boa maneira de conseguir respostas para montar seu mapa de empatia.

Mapa de empatia – Principais benefícios de criar e usar essa ferramenta

Como você viu, o mapa é uma representação gráfica da mente do seu público ideal.

Veja alguns benefícios de usar essa ferramenta:

1 – Melhorar sua oferta

A partir do conhecimento mais profundo do público você consegue saber se a sua oferta está a altura do que essas pessoas desejam.

Assim, poderá criar melhorias na oferta e deixa-la mais de acordo, com o que as pessoas desejam, aumentando as chances de fazer mais vendas.

2 – Propaganda mais assertiva

Sabendo mais sobre seu público você terá capacidade de criar campanhas de marketing mais direcionadas, evitando um desperdício de esforço e de dinheiro.

Com uma propaganda mais “direto ao ponto” você acaba atraindo apenas as pessoas que realmente tem interesse no que está oferecendo e elimina os curiosos que não comprarão nada, nunca.

3 – Investimento baixo

A partir de uma ferramenta simples e fácil de executar você terá uma visão mais próxima do seu cliente.

Isso é muito mais efetivo do que encomendar pesquisas, ou pedir para as pessoas preencherem formulários, onde nem sempre respondem com a verdade.

4 – Análise prática

Com o formato visual do mapa você tem uma visão ampla do seu avatar ideal onde pode estudar os principais pontos sem precisar ler textos, ou anotações.

Com o formato gráfico que você mesmo desenvolve é possível aumentar o espectro das perguntas e sempre inserir novas informações que possam ser relevantes para melhorar ainda mais o perfil do público.

Mesmo que você trabalhe sozinho(a), como afiliado(a), ou tenha uma empresa com vários funcionários, utilizar essa ferramenta de avaliação é um trunfo para sair na frente da concorrência.

Conhecendo melhor seu público, terá condições de atende-lo melhor e mais assertivamente, o que certamente é um diferencial de negócios nos dias de hoje.

Clique aqui para baixar o infográfico acima.

Desejo que esse artigo sobre o mapa de empatia possa ajudar você a utilizar ainda mais essa ferramenta em sua estratégia de marketing e alavancar bastante seus resultados na internet!

Sair da versão mobile